Certificado Energético Braga
Certificação Energética Braga

Certificado energético em Braga

Orçamento gratuito e sem qualquer compromisso

Dados do seu imóvel

Os seus dados

e em todas as freguesias

  • Adaúfe
  • Espinho
  • Esporões
  • Figueiredo
  • Gualtar
  • Lamas
  • Mire de Tibães
  • Padim da Graça
  • Palmeira
  • Pedralva
  • Priscos
  • Ruilhe
  • Braga (São Vicente)
  • Braga (São Vítor)
  • Sequeira
  • Sobreposta
  • Tadim
  • Tebosa
  • União das freguesias de Arentim e Cunha
  • União das freguesias de Braga (Maximinos, Sé e Cividade)
  • União das freguesias de Braga (São José de São Lázaro e São João do Souto)
  • União das freguesias de Cabreiros e Passos (São Julião)
  • União das freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro
  • União das freguesias de Crespos e Pousada
  • União das freguesias de Escudeiros e Penso (Santo Estêvão e São Vicente)
  • União das freguesias de Este (São Pedro e São Mamede)
  • União das freguesias de Ferreiros e Gondizalves
  • União das freguesias de Guisande e Oliveira (São Pedro)
  • União das freguesias de Lomar e Arcos
  • União das freguesias de Merelim (São Paio), Panoias e Parada de Tibães
  • União das freguesias de Merelim (São Pedro) e Frossos
  • União das freguesias de Morreira e Trandeiras
  • União das freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães
  • União das freguesias de Nogueiró e Tenões
  • União das freguesias de Real, Dume e Semelhe
  • União das freguesias de Santa Lucrécia de Algeriz e Navarra
  • União das freguesias de Vilaça e Fradelos

Caso tenha dificuldade em preencher o formulário, entre em contacto por um dos seguintes meios:

Se preferir ligamos-lhe

O certificado energético

O certificado energético é obrigatório em edifícios novos e antigos, a partir do momento, em que são colocados no mercado, para venda ou arrendamento, pelos proprietários ou pelos mediadores imobiliários. O documento tem de ser apresentado, quando é assinado o contrato de compra e venda, locação financeira ou arrendamento, atestando a informação divulgada, sobre a classe energética a que o imóvel pertence. Também os edifícios que sejam alvo de intervenções superiores a 25% do seu valor, são obrigados a solicitar a emissão do certificado energético.