Certificado Energético Guimarães
Certificação Energética Guimarães

Certificado energético em Guimarães

Orçamento gratuito e sem qualquer compromisso

Dados do seu imóvel

Os seus dados

e em todas as freguesias

  • Aldão
  • Azurém
  • Barco
  • Brito
  • Caldelas
  • Costa
  • Creixomil
  • Fermentões
  • Gonça
  • Gondar
  • Guardizela
  • Infantas
  • Longos
  • Lordelo
  • Mesão Frio
  • Moreira de Cónegos
  • Nespereira
  • Pencelo
  • Pinheiro
  • Polvoreira
  • Ponte
  • Ronfe
  • Prazins (Santa Eufémia)
  • Selho (São Cristóvão)
  • Selho (São Jorge)
  • Candoso (São Martinho)
  • Sande (São Martinho)
  • São Torcato
  • Serzedelo
  • Silvares
  • Urgezes
  • União das freguesias de Abação e Gémeos
  • União das freguesias de Airão Santa Maria, Airão São João e Vermil
  • União das freguesias de Arosa e Castelões
  • União das freguesias de Atães e Rendufe
  • União das freguesias de Briteiros Santo Estêvão e Donim
  • União das freguesias de Briteiros São Salvador e Briteiros Santa Leocádia
  • União das freguesias de Candoso São Tiago e Mascotelos
  • União das freguesias de Conde e Gandarela
  • União das freguesias de Leitões, Oleiros e Figueiredo
  • União das freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião
  • União das freguesias de Prazins Santo Tirso e Corvite
  • União das freguesias de Sande São Lourenço e Balazar
  • União das freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente
  • União das freguesias de Selho São Lourenço e Gominhães
  • União das freguesias de Serzedo e Calvos
  • União das freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar
  • União das freguesias de Tabuadelo e São Faustino

Caso tenha dificuldade em preencher o formulário, entre em contacto por um dos seguintes meios:

Se preferir ligamos-lhe

O certificado energético

O certificado energético é obrigatório em edifícios novos e antigos, a partir do momento, em que são colocados no mercado, para venda ou arrendamento, pelos proprietários ou pelos mediadores imobiliários. O documento tem de ser apresentado, quando é assinado o contrato de compra e venda, locação financeira ou arrendamento, atestando a informação divulgada, sobre a classe energética a que o imóvel pertence. Também os edifícios que sejam alvo de intervenções superiores a 25% do seu valor, são obrigados a solicitar a emissão do certificado energético.